Projeto Rigger: entenda tudo o que você precisa saber!

Quando a empresa precisa de um projeto rigger?


Todas atividades que envolvem içamento, transporte e movimentação de carga, seja leve ou pesada, devem ser realizadas por profissionais especializados e qualificados. Essa condição deve ser seguida sempre, sem um bom operador, o serviço não deve ser feito.


Além disso, você sabia que para todo e qualquer atividade que envolva içamento de cargas deve ter um projeto rigger? É verdade! Muitos acreditam que é um recurso opcional, mas na realidade, é uma norma de segurança que deve ser cumprida.


Essa obrigatoriedade se dá pelo alto risco de acidente que o içamento de cargas proporciona. Afinal, 22% dos acidentes registrados em indústrias são com içamento de cargas, os casos mais frequentes são tombamentos do guindaste e quedas de cargas.


Ou seja, se estiver precisando içar alguma carga, é importante estar atento às normas e realizar o projeto rigger.

Mas como fazer? quem pode montar este estudo? É realmente importante? Essas e mais algumas dúvidas frequentes serão respondidas neste conteúdo.

O que é um projeto rigger?


Apesar do nome difícil, esse recurso é um estudo que viabiliza ou não o içamento de cargas. Como? Basicamente, é uma análise e planejamento de como essa atividade será realizada, considerando todas as possíveis variáveis.

Esse estudo visa proporcionar mais agilidade para o serviço e evitar maiores transtornos como acidentes, perda de cargas e outras situações negativas.


Para isso, tudo que será usado no içamento é analisado, como equipamentos, acessórios e quais manobras serão necessárias. O projeto também indica qual é o guindaste ideal para cada operação e os acessórios mais indicados para o serviço - como cabos, “spreader”, cintas, manilhas etc.


Outro ponto importante, é que este estudo indica possíveis adequações na área. Ou seja, analisam se solo está apto para receber essa atividade ou se for feito dentro da indústria, o layout pode precisar ser alterado para que o içamento seja feito.

Como esta análise é feita?


É um estudo completo que otimiza todos os processos do içamento de cargas. Então, toda etapa é analisada por meio de cálculos, planejamentos de elevação, técnicas de amarração, estudos sobre os materiais empregados, pesos e medidas, entre outros fatores.


Também é definido qual a melhor máquina, já que a opção ideal depende do dimensionamento da carga, quais acessórios são necessários para o tipo de material que será transportado, a viabilidade técnica, se estrutura do local está preparado para receber equipamentos como estes etc.

Quem pode fazer o projeto?


Apenas profissionais! É um estudo sério e complexo, por isso, apenas engenheiros e técnicos que tenham CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo) ativo podem fazer projetos rigger.


Para que este recurso tenha validade, é necessário que o profissional emita a cada planejamento uma ART (Anotação de Responsabilidade Técnica), conforme determina a Lei nº 6.496/1977.

Quando a empresa precisa de um projeto rigger?


Como dissemos, é obrigatório segundo a NR 12. Porém, nas normas não consta quais atividades precisam ou não deste projeto. Desta forma, o ideal é realizar este estudo sempre que for preciso de um içamento de cargas.

É válido ressaltar que é importante fazer o projeto rigger, não apenas para estar com a regulamentação correta em casos de fiscalização, mas para garantir a segurança de todo e qualquer serviço.

Quais os riscos de não elaborar um Plano de Rigging?


Como vimos, é um recurso bastante complexo e igualmente importante. Ao optar por não fazer este planejamento, questões técnicas não serão verificadas, o que pode levar a acidentes, serviço mais lento e maiores transtornos.

Então, não ter um projeto como este é ficar exposto a riscos que se o estudo fosse feito, seriam eliminados. Prevenir é muito melhor do que remediar, concorda?

Como fazer?


Apenas profissionais podem fazer este projeto. Onde encontrá-los? Existem empresas de movimentação, transporte e içamento de cargas que realizam este estudo.


São equipes capacitadas e experientes que garantem um serviço mais ágil, tranquilo e seguro. O lado positivo de escolher empresas como estas, é que além de proporcionar análises necessárias, também oferecem as máquinas.

Içamento de carga é feito por guindastes, muncks e empilhadeiras. Cada um desses tipos de máquinas contam com uma enorme variedade de modelos que se diferenciam pelo serviço, quantidade de peso, material, entre outros.


Então, essas empresas tornam o processo mais prático. Já que podem resolver todas as questões, até a locação da máquina, em um só lugar.




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
NOSSO TELEFONE

(47) 3273-7849

NOSSOS HORÁRIOS

Segunda a Sexta, das 08:00 às 18:00h.

MÁQUNAS MK

Soluções e Máquinas e Equipamentos para diversos segmentos de mercado.

 

Confira toda a linha de máquinas, equipamentos e acessórios que a Máquinas MK tem a oferecer.

    LINHA DE ​MÁQUINAS

    - Empacotadoras

    - Enfardadoras

    - Encaixotadoras

    - Dosadores

    - Paletização

    - Esteiras Transportadoras

    - Mesas Giratórias

    - Fechadoras de Caixas

    - Encartuchadoras

    - Projetos Especiais

    ENDEREÇO

    Estamos localizados na:

    Rua João Carlos Stein, 245

    Bairro: Jaraguá Esquerdo

    Jaraguá do Sul - SC

    CEP: 89.253-350

     

     ® 2018 | Máquinas MK | Venda de Máquinas, Equipamentos e Acessórios Industriais